Temporal na Madeira

As zonas litorais cidade do Funchal e a vila da Ribeira Brava são as localidades mais atingidas pela fúria das ondas e pelo aumento do caudal das ribeiras que inundaram a baixa da capital madeirense, completamente intransitáveis e com elevados prejuízos. Dadas as dificuldades de comunicações, desconhece-se os danos registados no Curral das Freiras cuja população esta completamente isolada.

Durante a madrugada deste sábado, os ventos atingiram mais de 100 km/hora, derrubando árvores e causando enchentes, principalmente na região sul da ilha. Imagens da televisão local mostram enxurradas de água barrenta pelas ruas das principais cidades da região, estradas submersas e ruas cheias de destroços. O aeroporto do Funchal, capital do arquipélago, foi fechado.

Um oficial do serviço de proteção civil da ilha disse à agência de notícias Reuters que o órgão ficou sobrecarregado com o número de ligações de moradores pedindo ajuda depois das chuvas. Segundo os órgãos de informação local, a tempestade foi a mais fatal na ilha da Madeira desde outubro de 1993, quando oito pessoas morreram vítimas de um temporal.

Fonte : Jornal Público

Procurei na net uma carta de risco geológico, um mapa de ordenamento. Não encontrei.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: