Ainda Dinossáurios

Fóssil Liga Continentes do Sul

Dinossauro lança ponte sobre hiato geológico
Um fóssil de dinossauro com 95 milhões de anos, recentemente descoberto no Níger pelo paleontólogo e explorador residente da NATIONAL GEOGRAPHIC, Paul Sereno, acrescenta uma peça ao intricado quebra-cabeças da época em que Gonduana, o supercontinente do Sul,se separou.
 
Baptizado de Rugops primus (“primeira cara enrugada”) o fóssil é o único representante confirmado da família dos abelissauros, dinossauros carnívoros localizados em África. Descobertas anteriores de fósseis de abelissauros na América do Sul, na índia e em Madagáscar levaram alguns cientistas a crer que essas massas terrestres tinham permanecido unidas muito tempo depois de África se ter separado de Gonduana. Mas esta descoberta leva a crer que também África terá permanecido ligada mais tempo do que se pensava.

 Seja como for, afirma Sereno, o Rugops não era nenhum T. rex. “As suas mandíbulas não eram concebidas para esmagar ossos, e o seu focinho curto indica que se podia tratar de um necrófago que se alimentava de carcaças”, afirma Sereno. “No conjunto, o Rugops é um belo passo intermédio em direcção aos dinossauros carnívoros, com chifres e focinhos enrugados, que surgiriam mais tarde.”

Barbara S. Moffet

NATIONAL GEOGRAPHIC • JULHO 2OO4

 
 
 
 
 

 

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: