A medida do Tempo e a Idade da Terra (Curiosidades)

Eras e Períodos, são para saber professor?

 
Sim, as Eras são para saber, trata-se de conteúdos obrigatórios no programa de Biologia e Geologia, os períodos são para saber se o exame for feito em Espanha. Mas há uma forma fácil de aprender os Períodos. A Biologia e Geologia utilizam termos que derivam de palavras gregas e do latim, e apesar de não ser necessário saber latim nem grego no ensino das ciências, algumas palavras dão muito jeito. Alguns exemplos.
 
Os dois períodos mais antigos do Paleozóico são o Câmbrico e o Silúrico. Assim foram designados por dois geólogos britânicos, Adam Sedwick e Roderick Murchison, que estudaram estratos no País de Gales. O termo Câmbrico deriva de Cambria a palavra latina para Gales e Silúrico vem do nome de uma tribo celta do País de Gales, os Siluros. Estes dois geólogos acabaram por desentenderem-se porque Murchinson considerava que o Silúrico incorporava o Câmbrico. Professor, aqui no livro entre o Câmbrico e o Silúrico surgue o Ordovícico! Pois é, um outro geólogo, Charles Lapworth, eventualmente terá resolvido o conflito entre os dois amigos galeses, através da criação do, Ordovícico! Mas foram sem dúvida Sedwick e Murchison que  por volta de 1830 lançaram a semente da escala geológica moderna.   
 
E de onde vem a palavra Cretácico e Jurássico?
 
Rochas com idade Cretácica, foram inicialmente identificadas no Reino Unido e  França, em litologias de crés. A cré é um calcário branco, muito macio e poroso composto essencialmente por carbonato de cálcio sob a forma de calcite. O  termo francês é muito semelhante ao nosso e em inglês denomina-se Chalk, uma das primeiras palavras que aprendi em inglês, significa Giz! Um dos mais famosos depósitos de cré localiza-se em Dover na Inglaterra, um geomonumento, The White Cliffs of Dover. Mas Cré e Chalk derivam de uma palavra latina, creta, da qual ambas derivam. Mas este calcário branco tem mais histórias. No inicio do século vinte, os geólogos concluiram que esta cré, ter-se-à formado ao longo de milhões de anos pela sedimentação no fundo marinho de milhões de organismos microscópicos chamados foraminíferos, cuja concha é formada por calcite. Na formação da concha os foraminiferos retiram o  dióxido de carbono da atmosfera. Após a sua morte e por sedimentação estas conchas formaram leitos espessos no fundo marinho, constituindo esta variadade de calcário. Esta rocha mantém fixada no seu interior grandes quantidades de dióxido de carbono removido pelos foraminíferos à atmosfera. É um bom exemplo das relações entre os subsistemas Geosfera, Atmosfera e Biosfera.
O nome Jurássico, foi dado por Alexandre Brongniart a um extenso afloramento de calcários marinhos nas Montanhas do Jura, localizadas na fronteira da Alemanha, França e Suíça.
 

 

Bibliografia
STANLEY. Steven (2005)  – Earth System History. Freeman.Nova Iorque.
 

 Falésias Brancas de Dover (Reino Unido)

 
 

 

 

 

2 respostas a A medida do Tempo e a Idade da Terra (Curiosidades)

  1. luisa diz:

    olá,
    é sempre fixe conhecer a origem das palavras. Também costumo fazer isso com os meus alunos mas os meus conhecimentos estão mais virados para a Biologia como sabes.
    Não consigo ter acesso à versão pdf. podes mandar-ma por mail?please?
    obrigadinha

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: