Estudar

Nem planos, nem tecnologias, nem reformas. Só o trabalho paciente de todos poderá trazer melhor educação. As famílias e os alunos devem compreender que a escola é continuidade, persistência, hábitos de trabalho. O estudo provoca mais estudo. O desestudo também.

António Nóvoa (Reitor da Universidade de Lisboa)

2 respostas a Estudar

  1. blacksmoker diz:

    A tecnologia pode faciltar e motivar o trabalho, mas não é o motor do desenvolvimento do indivíduo. Num artigo de opinião, no jornal Sol de 8/12/07, José António Saraiva, referia que o “governo ao fornecer computadores aos nossos jovens estimulava a solidão, porque o computador é o objecto mais ferozmente individualista que o homem produziu. Oferecer um computador, concorrerá para acelerar a propagação de um mal que no mundo ocidental afecta de dia para dia mais pessoas : a doença da solidão.” (sic).

  2. Lourenço diz:

    É daqueles comentários “na mouche”! Discurso constrtutivo e motivador. Lá dizem os ditados que o génio é 1% de imaginação e 99% de transpiração, ou, ainda, quem não cultiva o hábito do trabalho contrai o vício da preguiça! Sem dedicação não há tecnologias milagrosas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: